Terça-feira, 17 de Maio de 2022

Home Brasil Homem é morto por seguranças ao invadir prédio da Receita Federal na fronteira com o Paraguai

Compartilhe esta notícia:

Um homem de 53 anos morreu baleado em tiroteio com seguranças da Inspetoria da Receita Federal em Ponta Porã (MS), fronteira com a cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero. Atingido quatro vezes, ele ele havia sido flagrado junto com um comparsa dentro do local, em uma provável tentativa de furto ou roubo à unidade, localizada no Centro do município.

Em depoimento, os guardas relataram ter disparado em legítima defesa, depois que que a dupla flagrada nas dependências do prédio atirou primeiro, utilizando para isso ao menos duas pistolas. O caso foi registrado por volta das 20h de segunda-feira e divulgado nesta terça (1º).

“Realizávamos rondas perto do portão de entrada da Receita Federal, quando percebemos a presença dos elementos estranhos”, relatou um dos vigilantes. “Demos ordem de parada e acabamos surpreendidos por disparos de fogo em nossa direção, fazendo com que reagíssemos.”

As balas atingiram o suspeito na cabeça, tórax e uma das pernas. Ele chegou a ser socorrido com vida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhado ao Hospital Regional, mas acabou morrendo na manhã desta quarta-feira (1º). Já o segundo envolvido conseguiu escapar e continua foragido – não se sabe se ficou ferido.

O caso foi registrado na Polícia Civil de Ponta Porã como tentativa de roubo e de homicídio. As investigações prosseguem.

Mato Grosso

Já no Estado vizinho de Mato Grosso, uma operação da Polícia Federal (PF) prendeu uma quadrilha que mantinha laboratório do narcotráfico em região de fronteira com a Bolívia, a poucos quilômetros da cidade brasileira de Comodoro. As instalações foram destruídas pelas forças de segurança.

Além da PF de Mato Grosso, participaram da ofensiva o Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e a Coordenadoria Integrada de Operações Aéreas (Ciopaer), em conjunto com agentes da Polícia da Bolívia.

O laboratório destinado ao refino de cocaína, segundo a polícia, foi montado dentro do Parque Noel Kempff, em área localizada a cerca de 2 quilômetros da fronteira do Brasil. “Trata-se de uma das maiores estruturas empregadas para o refino da droga já desarticuladas na região”, ressalta a PF.

No local, os policiais encontraram um colombiano, dois bolivianos e um brasileiro, que foram presos em flagrante. Todos foram encaminhados para Santa Cruz de La Sierra.

A polícia também apreendeu grande quantidade de material usado para o refino, equipamentos como destilador e um potente gerador, enterrado no subsolo do local, além de uma grande quantidade de cocaína. Estima-se que o laboratório teria capacidade de refinar aproximadamente 2 toneladas de drogas por semana.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Possibilidade de legalização dos jogos-de-azar no Brasil anima o setor de corridas de cavalos
Companhia aérea Azul demite dois funcionários presos por tráfico de drogas em aeroporto
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde