Quinta-feira, 30 de Junho de 2022

Home Mundo Inglaterra confirma caso raro de contágio humano pela gripe aviária

Compartilhe esta notícia:

Um caso raro de gripe aviária detectado agora em um morador da Inglaterra se tornou o primeiro caso humano  da doença no país europeu. Conforme a Agência de Segurança de Saúde do Reino Unido, a pessoa manteve contato próximo e regular com um grande número de aves infectadas durante período prolongado de tempo, dentro e fora de casa.

As autoridades britânicas não divulgaram identidade ou perfil do paciente. Mas garantiram que ele está em boas condições de saúde e isolado. Todos os contatos do infectado, incluindo os que visitaram as instalações, foram rastreados e até o momento não há evidências de propagação para outras pessoas.

De acordo com a agência, o risco da gripe aviária passar para o público em geral permanece muito baixo. O vírus responsável pela infecção é o H5, encontrado em pássaros. Ainda não há confirmação de ser da cepa H5N1, que causou surtos recentes em aves, que precisaram ser sacrificadas.

Recentemente, a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) alertou para o aumento do risco de uma nova onda de gripe aviária se espalhar para humanos. Entre outubro e dezembro de 2021, ao menos 15 países reportaram surtos da doença, dentre eles a Inglaterra.

A advertência é da presidente da entidade, Monique Eloit, em entrevista a uma agência internacional de notícias. Ela acrescenta que um possível aumento de casos na Ásia e na Europa pode resultar em um grande número de variantes.

No ano passado, houve registro de pessoas infectadas com a cepa H5N6 da gripe aviária na China. Os casos provocaram preocupação junto  especialistas.

Entenda

A gripe aviária é uma doença que acomete aves e é provocada pelo vírus influenza “A”, dos tipos H5N1, H5N8, H7N9 ou H9N2. Também conhecida como “gripe do frango” e “influenza aviária”, raramente acomete os humanos, pois não passa de pessoa para pessoa. Sua transmissão acontece somente pelo contato com aves contaminadas.

Os sintomas são parecidos com os da gripe comum e geralmente começam a aparecer de dois a oito dias após o contato com o vírus. São eles: dor de garganta, febre acima de 38°C, dor no corpo, mal-estar geral, calafrios, fraqueza, dor abdominal, tosse seca, espirros e secreção nasal.

A gripe aviária tem cura e o tratamento é baseado no uso de analgésicos, antitérmicos e remédios para náusea. Em alguns casos, o médico pode recomendar o uso de antivirais. Se a gripe aviária atingir um humano, isso pode acontecer de forma grave, exigindo atendimento médico o mais rápido possível.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Covid: Saiba por que a transmissão entre vacinados não deve ser motivo de alarme
Protestos no Cazaquistão deixam 164 mortos em uma semana
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde