Quinta-feira, 18 de Julho de 2024

Home Política Jair Bolsonaro é internado em São Paulo após sentir dores abdominais e ter quadro de erisipela

Compartilhe esta notícia:

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) chegou ao hospital Vila Nova Star, na Zona Sul de São Paulo, no início da noite desta segunda-feira (6). Internado em Manaus (AM) por causa de uma infecção na pele, ele foi transferido à capital paulista após sentir dores abdominais. Bolsonaro deixou Manaus por volta das 14h e chegou à capital paulista pouco depois das 19h. A ambulância levando Bolsonaro chegou ao hospital por volta das 19h45min, escoltada por dois carros. Ele deixou o veículo em uma cadeira de rodas.

Boletim médico assinado pelo diretor-geral do Vila Nova Star, Daniel Favarão Del Negro, e pelo diretor clínico da unidade, Paulo Marcelo Gehm Hoff, afirma que o ex-presidente foi diagnosticado com erisipela na perna esquerda e dor abdominal. “No momento encontra-se estável e sem febre. Está sendo submetido a exames laboratoriais e de imagem, e já recebendo antibioticoterapia endovenosa”, diz o boletim, apontando que Bolsonaro está sob os cuidados do cirurgião Antônio Luiz Macedo e do cardiologista Leandro Echenique.

Inicialmente, estava previsto que o ex-mandatário fosse transferido para Brasília. Mas um desconforto na região do abdômen fez com que Bolsonaro alterasse o destino. A mudança ocorreu para que o ex-presidente seja atendido por Antônio Macedo, que o acompanha desde a facada sofrida na campanha eleitoral de 2018.

Em setembro passado, Macedo também atendeu ao ex-chefe de Estado após dores abdominais. Na ocasião, Bolsonaro foi submetido a duas cirurgias, uma para corrigir uma hérnia de hiato, que causava refluxo, e outra para tratar um desvio de septo.

Na última sexta-feira (3), Bolsonaro foi à capital amazonense para participar de eventos partidários. Ele já chegou na cidade com desconforto, sendo diagnosticado com erisipela, infecção bacteriana que atinge a pele, na manhã do dia seguinte em um hospital. Em 2022, o ex-presidente contraiu a mesma infecção após perder as eleições.

Ao deixar o hospital, Bolsonaro falou rapidamente com jornalistas. “Apareceu um caso de erisipela. Não dormi a noite passada toda. Minha esposa e os médicos não queriam que eu viesse, mas tinha compromisso aqui (em Manaus). Sou meio duro na queda. Então, eu vim e fui bem tratado pelos médicos”, disse.

Menos de 24 horas depois, no domingo (5), ele voltou a ser internado em Manaus. Antes de retornar ao hospital, Bolsonaro discursou aos apoiadores, durante um evento estadual do PL Mulher, com o braço enfaixado, e afirmou que havia sido internado, no Hospital Santa Júlia de Manaus, com erisipela e desidratação.

Em novembro de 2022, quando ainda era presidente da República, Bolsonaro cancelou agendas pelo mesmo problema. À época, o então vice-presidente, Hamilton Mourão, disse que a doença impedia o então presidente de vestir calças.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Mais de 430 mil imóveis permanecem sem luz no Rio Grande do Sul
Aeroporto de Passo Fundo serve de base para o reabastecimento de aeronaves de resgate
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada