Quarta-feira, 29 de Junho de 2022

Home Verão Lesões por águas-vivas se aproximam de 13 mil registros no litoral gaúcho

Compartilhe esta notícia:

Neste ano, segundo os dados da Operação Verão, os registros por lesões de águas-vivas estão dentro da normalidade, chegando a quase 13 mil queimaduras nesta temporada. A bandeira roxa é um alerta para os banhistas, ela indica que naquele local e dia, houve a presença do animal.

“A principal dica é que a pessoa que foi queimada saia imediatamente da água, na menor sensação de dor, já saia da água e procure o guarda-vidas, pois ele vai tomar duas medidas: a primeira é aliviar a dor com vinagre e a segunda vai sinalizar aonde teve aquele contato para evitar que outras pessoas se machuquem”, explicou o Chefe de Operações do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul, Isandre Antunes.

E preste atenção nessa dica. Mesmo que o animal esteja morto na beira da praia, ele continua liberando toxinas que queimam a pele dos humanos. Por isso, evite pisar nas águas-vivas na beira da praia. Além do uso do vinagre para aliviar a dor, existem também, as pomadas pós-queimaduras que podem ser encontradas nas farmácias.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Verão

Roupas com proteção UV protegem a pele dos raios solares
Cuidados com dia de chuva devem ser redobrados na beira da praia
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde