Terça-feira, 16 de Abril de 2024

Home Copa do Mundo 22 Messi ultrapassa Pelé em número de gols em Copas do Mundo

Compartilhe esta notícia:

Lionel Messi ultrapassou o número de gols de Pelé em Copas do Mundo neste domingo, 18, ao balançar as redes pela 13ª vez em uma partida do Mundial da Fifa. O brasileiro balançou as redes em doze oportunidades na competição. O camisa 10 da Argentina ficou com a vice-artilharia da competição com sete gols marcados.

Depois que Di María sofreu pênalti na final do Mundial Catar, contra a França, o craque argentino abriu a contagem batendo no canto direito do goleiro. O segundo gol foi no começo do segundo tempo da prorrogação e colocou 3 a 2 no marcador, antes de os franceses empatarem com Mbappé e os argentinos vencerem nos pênaltis.

Messi termina a Copa deste ano como vice-artilheiro, com sete gols, atrás de Mbappé, artilheiro, com oito. Ele é o primeiro jogador a marcar gols em todas as etapas de um Mundial da Fifa, na fase de grupos, oitavas de final, quartas de final, semifinal e final. Em 2014, no Brasil, ele foi eleito o melhor jogador do torneio.

No total, Messi marcou mais de 750 gols, entre partidas com clubes e com a seleção argentina. Messi marcou 96 gols em 171 partidas internacionais em sua carreira, tornando-se o maior artilheiro de todos os tempos da Argentina. O craque argentino é ainda o terceiro na lista geral dos maiores artilheiros do futebol internacional e o segundo entre os jogadores ativos, atrás apenas do rival Cristiano Ronaldo.

Além de ultrapassar o feito de Pelé, o craque sul-americano igualou a marca de Just Fontaine, mas ainda está atrás de outros grandes nomes. Gerd Muller (14), Ronaldo “Fenômeno” (15) e Miroslav Klose (16) estão na frente do craque, que afirmou que disputaria sua última Copa do Mundo em 2022.

Neste domingo, o camisa 10 também ultrapassou a marca de Lothar Matthaus e se tornou o atleta com mais partidas em uma Copa do Mundo com 26 jogos. Com mais de 40 títulos no currículo, o astro da Argentina pode ser o primeiro jogador a balançar as redes em todas as fases do mata-mata do torneio e erguer o troféu ao fim da competição.

Após os títulos da Copa América 2021 e da Finalíssima 2022, Messi conquistou a Copa do Mundo e colocou em sua galeria de troféus o inédito e mais almejado título do futebol. Com isso, a Argentina encerrou um jejum de 36 anos sem vencer a competição.

“Campeões do mundo! Tantas vezes sonhei, tanto desejava que ainda não consigo acreditar. Muito obrigado a minha família, a todos que me apoiam e também a todos que acreditaram na gente. Demonstramos mais uma vez que os argentinos quando lutam juntos e unidos são capazes de conseguir o que nos propusemos. O mérito é do grupo, que está acima das individualidades, é a força de todos brigando por um mesmo sonho que também era de todos os argentinos. Conseguimos! Já nos encontramos”, declarou o camisa 10.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Copa do Mundo 22

Policiais entram em confronto com torcedores em Paris após derrota da França na Copa do Mundo
Para o presidente do Tribunal de Contas da União, o congelamento do salário de servidores é uma “bomba-relógio”
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde