Terça-feira, 23 de Julho de 2024

Home Política Ministro da Justiça Flávio Dino cita ameaça de parlamentares e não comparece à Comissão de Segurança Pública da Câmara

Compartilhe esta notícia:

Pela terceira vez, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, optou por não comparecer à Comissão de Segurança Pública da Câmara dos Deputados. Nesta terça-feira (21), em um ofício enviado ao presidente da Casa, deputado federal Arthur Lira (PP-AL), o ministro reafirmou que é alvo de ameaças proferidas por parlamentares, justificando sua ausência com base na falta de segurança para participar do colegiado.

O ministro da Justiça e Segurança Pública tem sido convocado pela Comissão de Segurança da Câmara para falar de diferentes temas. Os parlamentares querem explicação sobre os atos antidemocráticos de 8 de janeiro; a regulamentação das armas; invasão de terras; supostas interferências na Polícia Federal, entre outros temas.

Dino recordou xingamentos e confusões ocorridas em convocações anteriores e solicitou medidas referentes à conduta do presidente da comissão, deputado Sanderson (PL-RS), alegando falta de capacidade e isenção por parte do parlamentar.

Ao mesmo tempo, o ministro propôs que a reunião fosse realizada em uma comissão geral no plenário da Câmara, reiterando os argumentos previamente utilizados para justificar sua ausência na última convocação da comissão em 24 de outubro.

O deputado Sanderson afirmou que a ausência do ministro configura crime de responsabilidade com base no Artigo 50 da Constituição Federal.

No documento enviado ao presidente da Câmara, o ministro argumenta que algumas manifestações de deputados de oposição à atual gestão federal equivalem a ameaças contra sua integridade e afirma ter sido orientado a não comparecer à sessão. Dino reproduz fotos de parlamentares governistas e de oposição quase chegando às vias de fato para apontar o “inusitado clima agressivo, hostil e de desordem” que, segundo ele, marca os trabalhos da comissão.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Pesquisa Atlas indica que a avaliação desfavorável do governo Lula supera a positiva
Economia apresenta estagnação no terceiro trimestre, indica a Fundação Getúlio Vargas
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News