Sexta-feira, 19 de Julho de 2024

Home em foco Na Fórmula 1, Max Verstappen vence o GP de Mônaco de ponta-a-ponta

Compartilhe esta notícia:

Depois de chegar em terceiro em quatro corridas, Alonso voltou a cruzar a linha de chegada na segunda colocação, algo que o bicampeão da Aston Martin não fazia desde o GP da Hungria de 2014, quando corria pela Ferrari.

Para Verstappen, valeu sua segunda vitória em Mônaco, compensando ainda a chance perdida na corrida de 2022 no Circuito de Monte Carlo por um erro de estratégia da RBR. O bicampeão tem quatro vitórias em seis corridas na atual temporada e estende sua vantagem na liderança.

O que se encaminhava para uma corrida monótona, sem grandes mudanças nas 13 primeiras colocações do grid por mais de uma hora, mudou de cara com a chegada da chuva na volta 52 de 78.

A precipitação não foi capaz de tirar a vitória de Verstappen mas pôs à prova a estratégia da Aston Martin com Alonso e pôs a Mercedes no caminho do pódio. A mudança no tempo provocou ainda uma série de colisões na prova, que terminou com dois abandonos.

Resultado

1º Max Verstappen (RBR)
2º Fernando Alonso (Aston Martin)
3º Esteban Ocon (Alpine)
4º Lewis Hamilton (Mercedes)
5º George Russell (Mercedes)
6º Charles Leclerc (Ferrari)
7º Pierre Gasly (Alpine)
8º Carlos Sainz (Ferrari)
9º Lando Norris (McLaren)
10º Oscar Piastri (McLaren)
11º Valtteri Bottas (Alfa Romeo)
12º Nyck de Vries (AlphaTauri)
13º Guanyu Zhou (Alfa Romeo)
14º Alexander Albon (Williams)
15º Yuki Tsunoda (AlphaTauri)
16º Sergio Pérez (RBR)
17º Nico Hulkenberg (Haas)
18º Logan Sargeant (Williams)

A F1 retorna já no próximo fim de semana, em 4 de junho, com o GP da Espanha. A prova no Circuito de Barcelona-Catalunha será válida como a sétima etapa do campeonato.

Verstappen sai de Monte Carlo com 144 pontos no Mundial de pilotos, ampliando sua vantagem sobre o vice-líder Sergio Pérez para 105. Fernando Alonso anota 93, em terceiro lugar; são 24 pontos a mais que Lewis Hamilton, quarto colocado no campeonato e na corrida.

A RBR segue dominando o campeonato de construtores com 249 pontos, à frente da Aston Martin. A equipe de Alonso, porém, está a um ponto de perder a vice-liderança para a Mercedes.

Nada mudou para os 13 primeiros colocados, liderados pelo pole position Verstappen. No fundo do grid, porém, a história foi outra: Nico Hulkenberg foi quem mais ganhou posições, de 18º para 14º – apesar de bater em Logan Sargeant e ser punido com 5s. Em 14º, Lance Stroll encostou no muro da curva do Grand Hotel e acabou sofrendo um dano em sua Aston Martin e furando um dos pneus.

Guanyu Zhou (19º), Sergio Pérez (20º), e Hulkenberg visitaram os boxes ainda na volta de abertura e saíram dos pit stops com pneus duros; o primeiro calçava macios e os outros dois pilotos, médios.

Apesar de não deixar a ponta em momento algum, Verstappen demorou a engatar na corrida; precisou de 15 voltas para construir uma vantagem mais sólida sobre Alonso. A partir daí, porém, a diferença que não passava dos 3s dobrou, triplicou e quase quadruplicou.

O bicampeão da Aston Martin conseguiu diminuir a diferença perto da metade da corrida, descontando quase 7s do rival. No entanto, Max voltou a crescer na prova enquanto o veterano da espanhol começou a sofrer com a degradação dos pneus. Tudo mudou para Alonso, porém, com a chegada da chuva.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Inadimplência entre idosos brasileiros cresce em ritmo mais acelerado
Ministra Marina Silva se justificou por não ter ido ao churrasco do presidente Lula
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde