Terça-feira, 25 de Junho de 2024

Home Tecnologia NGL: saiba como funciona a caixinha de perguntas anônimas no Instagram

Compartilhe esta notícia:

Nas últimas semanas, usuários do Instagram finalmente puderam compartilhar uma caixinha anônima de perguntas e respostas no Story. Por meio do aplicativo NGL, abreviação de Not Gonna Lie – em português, Não Vou Mentir –, a brincadeira viralizou e despertou dúvidas sobre o funcionamento, a privacidade e a segurança do app.

O NGL funciona como a caixinha de perguntas dos Stories – a grande diferença é que a identidade de quem responde as perguntas é mantida em segredo. Outra diferença é que o NGL não é um recurso oficial do Instagram: ele foi criado, de acordo com a Forbes, por uma empresa chamada DeepMoji e exige a criação de uma conta que é vinculada à conta criada no Instagram.

Feito isso, os seguidores podem responder livremente à caixa e todas as respostas aparecerão de forma anônima no Inbox do NGL. O usuário poderá respondê-las e compartilhar nos Stories para que todos vejam. Embora garanta o anonimato, os planos pagos do NGL dão pistas de quem foram os responsáveis por responder a ‘caixinha’. O aplicativo não informa diretamente quem respondeu, mas fornece informações como tipo de dispositivo utilizado e localização aproximada.

O NGL pode ser baixado gratuitamente em dispositivos iOS ou Android. No entanto, o aplicativo também possui uma assinatura paga de R$ 48,90 por semana, que permite que o usuário receba dicas de quem respondeu as perguntas.

Segurança

De acordo com as informações oferecidas pelo desenvolvedor, o NGL pode compartilhar dados com terceiros e coletar informações, como IDs de usuários. Como o aplicativo é atrelado ao Instagram, dados da rede social podem ser compartilhados com o aplicativo de perguntas e respostas.

Já sobre as práticas de segurança, o NGL atesta que os dados são criptografados em trânsito – a proteção ocorre quando os dados estão se movimentando pela rede – e também assegura, caso solicitado, a exclusão de todos os dados armazenados pelo app. Além disso, o aplicativo informa que todas as mensagens enviadas passam pela ‘checagem’ de uma inteligência artificial, que consegue identificar e filtrar mensagens de ódio e bullying. Mesmo com a avaliação do sistema, também é possível realizar denúncias, bloquear o usuário que enviou a resposta e até mesmo mandar um e-mail para equipe do NGL.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Tecnologia

Jogo desafia a acertar lugares com apenas uma foto do Google
Autor de novo livro sobre a realeza diz que Meghan Markle se casou com Harry para ser famosa
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias