Terça-feira, 25 de Junho de 2024

Home Mundo Organização Mundial da Saúde registra mais de 500 mil casos de varíola dos macacos

Compartilhe esta notícia:

Mais de 50.000 casos de varíola dos macacos foram registrados desde o início de um surto que afeta principalmente a América do Norte e a Europa, informou a OMS (Organização Mundial da Saúde) nesta quarta-feira (31).

De acordo com o painel da organização que registra todos os casos confirmados, havia 50.496 casos e 16 mortes em 31 de agosto. Nos Estados Unidos, assim como na Europa, o número de infecções parece estar diminuindo.

O diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, disse que o declínio de novas infecções pode ser uma prova de que o surto está sendo contido. “Nas Américas, onde mais da metade dos casos relatados foram registrados, vários países continuam tendo um aumento no número de infecções, mas é encorajador ver uma tendência de queda sustentada no Canadá”, declarou Tedros em entrevista coletiva.

“Alguns países europeus, como Alemanha e Holanda, também estão vendo uma clara desaceleração do surto, demonstrando a eficácia das intervenções de saúde pública e o envolvimento da comunidade no rastreamento de infecções e prevenção da transmissão”, acrescentou.

“Estes sinais confirmam o que temos dito constantemente desde o início: que com as medidas certas, este é um surto que pode ser interrompido”, acrescentou. “Nós não temos que viver com a varíola dos macacos”, acrescentou.

Desde o início de maio, casos de varíola dos macacos foram relatados fora dos países africanos onde a doença é endêmica. A OMS elevou seu nível de alarme ao máximo em 24 de julho, quando declarou o surto uma emergência internacional de saúde pública, como também havia feito com a Covid-19.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Porto Alegre terá Central de Libras para atender pessoas surdas
Organizada a multivacinação em escolas de Porto Alegre
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News