Quarta-feira, 19 de Junho de 2024

Home Rio Grande do Sul Pagamento do Bolsa Família para mais de 21 mil famílias atingidas no RS está previsto para esta quarta

Compartilhe esta notícia:

O Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social (MDS) informou nessa segunda-feira (27) que, nesta quarta (29), 21.681 famílias do Rio Grande do Sul afetadas pelas fortes chuvas vão receber pagamentos do Bolsa Família.

Segundo o governo, são famílias que moram em regiões em estado de calamidade e em situação de vulnerabilidade, que estão em abrigos ou foram acolhidas por outras famílias.

De acordo com o MDS, as beneficiárias não estavam no programa Bolsa Família, mas preenchem os requisitos para integrar o programa de assistência e foram incluídas pelas equipes do Programa Busca Ativa-RS.

Conforme o Executivo, cada família receberá na próxima quarta valor entre R$ 600 e R$ 700. O custo total da folha extra será de R$ 15,6 milhões.

O plano de inclusão das famílias na folha extra foi antecipado à TV Globo e ao g1 pelo ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Wellington Dias, no dia 13 de maio.

As famílias que estavam na folha normal do Bolsa Família já receberam o pagamento no último dia 17.

Aumento

O ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Wellington Dias, explicou que os cerca de 630 mil gaúchos desabrigados ou desalojados estão divididos em aproximadamente 230 mil famílias.

“O que estamos fazendo agora é indo a cada família dessa para poder fazer o cadastramento, ver quem preenche o requisito. Eu posso dizer que temos bem mais do que estas 21.681 famílias. Não sabemos ao certo qual o tamanho, mas será um número bem maior infelizmente. E a orientação é dar todo o apoio para estas famílias que mais precisam no Rio Grande do Sul”, afirmou Dias.

Auxílio Reconstrução

Famílias do Rio Grande do Sul atingidas pelas fortes chuvas e cheias do último mês já podem confirmar seus dados para receber o Auxílio Reconstrução do governo federal. O envio das informações é uma etapa obrigatória para o pagamento do benefício de R$ 5,1 mil.

O benefício, pago em parcela única via Pix, foi criado para socorrer as famílias que perderam bens pessoais e renda em razão das chuvas históricas no Estado.

O governo federal começou na semana passada a montar o banco de dados para viabilizar o pagamento do auxílio a partir de dados informados pelas prefeituras gaúchas.

As famílias atingidas devem acessar o portal Gov.br e confirmar os dados passados pelas prefeituras.

Apenas quando esses dados forem confirmados e validados, segundo o governo, o Pix de R$ 5,1 mil será feito.

O cadastramento para o Auxílio Reconstrução ocorre da seguinte maneira:

* As prefeituras realizam o cadastro das famílias desalojadas ou desabrigadas, com informações pessoais e de endereço, no sistema do governo federal.

* Responsável pela família beneficiária confirma informações pela conta do Gov.br

* Caixa Econômica Federal realiza o pagamento em uma conta já existente ou abre uma nova conta para o beneficiário, que acessará o dinheiro com o aplicativo Caixa TEM.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

Leptospirose causa a quinta morte desde o início das enchentes no RS. Ambiente é de proliferação da doença
Cuidados após enchentes: especialistas orientam sobre a limpeza da casa e o que fazer com móveis e utensílios
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias