Terça-feira, 17 de Maio de 2022

Home Mundo Pela primeira vez em 85 anos laboratório da Nasa terá uma mulher como diretora

Compartilhe esta notícia:

Pela primeira vez em seus 85 anos de história, o JPL (Jet Propulsion Laboratory) da Nasa tem uma diretora. A geoquímica e cientista espacial Laurie Leshin atuará como diretora do JPL e vice-presidente do Instituto de Tecnologia da Califórnia, ambos localizados na cidade de Pasadena (EUA).

A nomeação de Leshin também marca a primeira mulher vice-presidente da Caltech desde que a instituição foi criada há 130 anos. Professores e alunos da Caltech fundaram o JPL em 1936 e gerenciam o laboratório em nome da Nasa desde 1958.

Leshin passou mais de duas décadas apoiando e planejando as próximas missões Mars Sample Return, que devolverão amostras marcianas à Terra até a década de 2030. Todas essas missões de exploração de Marte são gerenciadas pelo JPL.

Como cientista, Leshin se concentrou em entender onde e quando a água esteve presente em todo o sistema solar. Leshin também tem um histórico impressionante de servir na academia, ocupando cargos de alto escalão na Nasa e duas nomeações na Casa Branca.

Leshin é presidente do Worcester Polytechnic Institute, uma das mais antigas universidades privadas dos Estados Unidos, desde 2014. Ela sucederá Michael Watkins, o diretor anterior do JPL que renunciou para retomar sua carreira acadêmica e de pesquisa no Caltech em Agosto.

“O Laboratório de Propulsão a Jato da Nasa tem um histórico de desafiar o que antes era considerado impossível no campo da exploração espacial. Nesta nova era de descobertas inovadoras e inovação constante, é claro que a doutora Laurie Leshin tem um histórico de erudição e liderança precisava servir como diretor do JPL e consolidar o status do centro como líder global no século 21”, disse o administrador da Nasa, Bill Nelson, em um comunicado.

Anteriormente, Leshin atuou como diretora de ciência e exploração no Goddard Space Flight Center da Nasa em 2005, antes de ser promovido a vice-diretora de ciência e tecnologia em 2008. Nessa função, Leshin supervisionou mais de 50 projetos terrestres e espaciais.

Leshin tornou-se a vice-administradora associada da Diretoria de Missões de Sistemas de Exploração na sede da Nasa em Washington em 2010. Lá, ela supervisionou os esforços para lançar as bases para futuros programas de voos espaciais tripulados. Esses recursos agora fazem parte da tripulação comercial, que entrega astronautas à Estação Espacial Internacional, e do programa Artemis, que busca pousar a primeira mulher e a primeira pessoa negra na Lua em 2025.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Porto Alegre recebe aprovação do governo federal para projetos de mobilidade urbana
Sergio Moro recebeu 3,5 milhões de reais de consultoria e desafia Bolsonaro e Lula a abrirem suas contas
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde