Domingo, 22 de Maio de 2022

Home coronavírus Porto Alegre começa a utilizar vacina de Oxford/AstraZeneca na dose de reforço

Compartilhe esta notícia:

A partir desta quinta-feira (03), as unidades de saúde podem utilizar o imunizante de Oxford/AstraZeneca na aplicação da dose de reforço (terceira e quarta dose) na população em Porto Alegre.

A medida leva em conta o baixo estoque do imunizante da Pfizer no município e a orientação do Ministério da Saúde, que permite a aplicação da dose de reforço com vacinas de qualquer laboratório: Butantan/Sinovac, AstraZeneca/Fiocruz ou Pfizer/Comirnaty. Na última sexta-feira (25), a Capital recebeu 28.930 doses de AstraZeneca.

A aplicação da dose de reforço continuará disponível nas mesmas 33 unidades de saúde que já vinham realizando a aplicação, além do Shopping João Pessoa. “A transição irá ocorrer gradualmente, conforme forem acabando as doses de Pfizer destinadas a terceira e quarta doses nos pontos de imunização”, explica a diretora da Atenção Primária à Saúde, Caroline Schirmer.

Caroline esclarece que a vacina da Pfizer está garantida para a segunda dose de adultos e adolescentes vacinados com a primeira dose do imunizante e para situações de contraindicação de uso da vacina de Oxford: gestantes e puérperas (até 45 dias após o parto), pacientes que sofreram trombose venosa e/ou arterial importante em combinação com trombocitopenia após vacinação com qualquer vacina para a COVID-19 e pessoas com histórico de síndrome de extravasamento capilar. “Nestes casos, será mantido o uso do imunizante da Pfizer”, afirma Caroline.

Podem receber a dose de reforço todas as pessoas acima de 18 anos vacinadas com a segunda dose há pelo menos quatro meses, e imunocomprometidos com a segunda dose há 28 dias. Já a quarta dose está disponível para pessoas imunocomprometidas acima de 18 anos com a terceira dose aplicada há pelo menos quatro meses.

Para receber a terceira ou quarta dose, é necessário apresentar documento de identidade com CPF e carteira de vacinação. Imunocomprometidos devem apresentar também comprovante da condição de saúde, por meio de atestado médico, nota de alta hospitalar ou receita de medicação.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de coronavírus

Ministra da Agricultura vai ao Canadá para tentar suprir demanda por fertilizante
Polícia recupera carro furtado em Porto Alegre com placas clonadas
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News