Terça-feira, 16 de Abril de 2024

Home Porto Alegre Porto Alegre decreta luto de três dias pelo falecimento do empresário Paulo Vellinho

Compartilhe esta notícia:

Foi publicado em edição extra do Diário Oficial de Porto Alegre o decreto do prefeito Sebastião Melo que define luto oficial de três dias na Capital pelo falecimento do empresário Paulo Vellinho, a contar desta sexta-feira (9). Vellinho faleceu aos 95 anos na quinta-feira (8).

Para o prefeito, o decreto é um singelo reconhecimento da cidade ao empreendedor gaúcho, que foi um cidadão comprometido e um empresário visionário, atuante em transformações na economia e na sociedade. “Paulo Vellinho fez de Porto Alegre seu lar muito cedo e dedicou a vida inteira ao empreendedorismo, como um líder empresarial que ajudou a formar outras lideranças e deixou legados incontestes ao desenvolvimento”, reforçou Melo no decreto.

Fundador da Springer na década de 50, Vellinho contribuiu no processo de industrialização brasileiro. Nascido em Caxias do Sul, formou-se em química industrial na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e fez sua trajetória profissional na capital gaúcha. Exerceu cargos de liderança em diversas entidades empresariais do Estado, como Associação Comercial de Porto Alegre (ACPA) e a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul e (Fiergs).

Livro

Aos 90 anos, o empresário lançou um livro – não uma biografia – contendo uma seleção de cases vivenciados ao longo de sua trajetória de mais de 60 anos de empreendedor em que participou ativamente do processo de industrialização do País.

Sob o título Paulo Vellinho – O Realizador de Um Sonho Chamado Springer, o destaque da obra fica por conta das ações pioneiras que levou a efeito à frente da Springer a partir dos anos 50 do século passado.

As carências de infraestrutura e de máquinas e equipamentos necessários para a fabricação de refrigeradores e condicionadores de ar levaram-no a desenvolver soluções originais, combinando tecnologia de processo com tecnologia de produto.

Isso tudo num cenário caracterizado pela disponibilidade abundante de mão de obra barata e de crédito escasso e caro mas que não impediram o desenvolvimento de produtos competitivos em termos de preço e qualidade.

A série de inovações ajudaram a tornar a Springer vencedora num mercado aberto à concorrência, mesmo sendo a fábrica localizada no extremo Sul. A falta permanente de capital de giro próprio exigiu sempre o pioneirismo, à época, do modelo de terceirização de fornecedores de partes, peças e componentes, hoje consagrado nas operações das montadoras. (Pedro Marques)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Brasileiros reservam menos dinheiro para pagar dívidas
TV Pampa realiza debate com candidatos ao governo do Rio Grande Sul; acompanhe
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Madrugada