Sexta-feira, 20 de Maio de 2022

Home em foco Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden monitorou em tempo real ataque ao líder do Estado Islâmico

Compartilhe esta notícia:

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, assistiu em tempo real, na última quarta-feira (2), quando comandos de ataque do seu país desembarcaram na Síria para invadir uma casa de três andares, cercada por oliveiras, onde o principal líder do Estado Islâmico morava com a esposa e membros da família.

Da cabeceira da mesa da “Situation Room” (sala de crise da Casa Branca), Biden observava ansioso um helicóptero americano sofrer problemas mecânicos no solo. Houve alívio na sala quando as crianças saíram do primeiro andar do prédio, correndo em segurança.

Momentos depois, uma explosão abalou o local: uma detonação suicida que matou Abu Ibrahim al-Hashimi al-Qurayshi, a esposa e os filhos dele, explodindo os corpos para fora do prédio e nas áreas vizinhas.

Os detalhes de como Biden monitorou o ataque vieram de funcionários do alto escalão do governo, que os relataram na manhã de quinta-feira (3).

A descrição deles era de uma operação bem-sucedida que eliminou um líder terrorista crítico, evitando quaisquer baixas americanas.

As autoridades norte-americanas insistiram que as únicas mortes de civis foram as causadas pelo próprio líder quando ele explodiu sua residência com a família dentro.

Essa foi a operação antiterrorismo de maior destaque do mandato de Biden, e as autoridades pareciam dispostas a usá-la para lançar uma luz decisiva sobre o presidente. De certa forma, esse se espelhou nos ataques ordenados pelos dois antecessores de Biden que eliminaram os líderes terroristas em suas casas, cada um monitorado em tempo real por uma transmissão segura.

Assim como depois daquelas missões, a Casa Branca também aproveitou esse momento. Rapidamente divulgou uma foto do presidente sem paletó na Situation Room, olhando atentamente para frente enquanto o ataque se desenrolava.

Biden surgiu no meio da manhã para fazer uma breve declaração sobre a missão da Sala Roosevelt da Casa Branca. “Esta operação é uma prova do alcance e capacidade dos Estados Unidos de eliminar ameaças terroristas, não importa onde eles tentem se esconder em qualquer lugar do mundo”, disse ele, emitindo uma mensagem aos integrantes que ainda estão foragidos: “Nós iremos atrás de você e te encontraremos”.

Civis

Ele acrescentou que todas as precauções foram tomadas para proteger os civis, dizendo: “Sabemos que, quando nossas tropas se aproximaram para capturar o terrorista, em um ato final de covardia desesperada, sem levar em conta a vida de sua própria família ou de outros no prédio, ele escolheu se explodir […] em vez de enfrentar a justiça pelos crimes que cometeu”, lamentou.

Quando Biden era vice-presidente, ele foi contra a arriscada missão de eliminar o líder da Al Qaeda, Osama bin Laden, em seu esconderijo no Paquistão, uma operação bem-sucedida que foi projetada para limitar as baixas civis.

A missão de Biden refletiu essa operação de algumas maneiras, e ele também decidiu usar as forças especiais americanas para derrubar o líder do Estado Islâmico em vez de ordenar um ataque aéreo à casa, um sinal de que sua visão dos riscos mudou nos mais de 10 anos desde a morte de bin Laden.

“Sabendo que esse terrorista havia escolhido se cercar de familiares, incluindo crianças, optamos por realizar um ataque das Forças Especiais com um risco muito maior para nossa própria equipe, em vez de atingi-lo com um ataque aéreo. Fizemos essa escolha para minimizar as vítimas civis”, disse Biden.

As descrições do ataque feitas pelos EUA foram derivadas de contabilização no local e da transmissão em tempo real. No passado, a contabilidade inicial dos EUA acabou se revelando incompleta ou errada.

Fontes no local relataram pelo menos 13 mortes durante o ataque, incluindo seis crianças e quatro mulheres, de acordo com o grupo de defesa civil sírio, os Capacetes Brancos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Cristiano Ronaldo perde pênalti, Manchester United dá mais um vexame e é eliminado da Copa da Inglaterra
Nova Selic: saiba o que esperar a partir de agora com o novo aumento
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde