Terça-feira, 17 de Maio de 2022

Home Esporte PSG oferece salário de 287 milhões de reais por ano para renovar com Mbappé

Compartilhe esta notícia:

O Paris Saint-Germain abriu o cofre para tentar segurar Mbappé. De acordo com o jornal “Le Parisien”, o clube fez nova proposta para renovar contrato com o atacante, com números altíssimos: salário anual de 50 milhões de euros (cerca de 287 milhões de reais) e pagamento de luvas de 100 milhões de euros (o equivalente a 573 milhões de reais).

Na proposta, o novo vínculo tem duração até junho de 2024. Nesta data, está prevista uma cláusula que permita a Mbappé negociar sua saída. O PSG também promete liberar o atacante para a disputa dos Jogos Olímpicos de 2024, que serão disputados em Paris – este é um desejo que já foi externado pelo atleta.

O atual contrato de Mbappé com o PSG se encerra em junho de 2022. O atacante já pode assinar um pré-contrato de graça com outro clube, e a imprensa europeia vem apontando o Real Madrid como favorito para ter o jogador. Entretanto, o PSG ainda não desistiu de tentar renovar com o jovem.

Real Madrid segue confiante em contratação

De acordo com o jornal “As”, a diretoria do Real Madrid se mantém tranquila em relação à contratação de Mbappé. O clube continua confiante de que será possível chegar a um acordo com o atleta.

Vice-artilheiro 

Com os dois gols do jogo contra o Saint-Étienne, no último sábado, Mbappé chegou a 156, empatando com o sueco Zlatan Ibrahimovic como o segundo maior goleador da história do PSG. Os dois estão atrás apenas do uruguaio Edinson Cavani, que tem 200 gols. Para fazer os 44 gols que o separam do recorde, Mbappé vai precisar renovar o contrato, uma dúvida que deve seguir assombrando a torcida parisiense provavelmente até o fim da temporada.

Messi

Definitivamente, Lionel Messi não teve um começo fácil no PSG. Discussão com o técnico após uma substituição contra o Lyon, problemas no joelho e atuações muito abaixo do esperado. Diante das muitas críticas, o jogador chegou a pensar em encurtar sua passagem pelo PSG.

Entretanto, conforme o jornal espanhol Mundo Deportivo, embora seus primeiros meses em Paris não tenham sido nada fáceis, a ajuda de amigos no vestiário convenceram o argentino a cumprir o seu contrato até julho de 2023 e, possivelmente, também exercer o “ano a mais” previsto no acordo.

Entre os responsáveis pelo “fico” do craque, destaca-se Neymar, amigo de Messi desde os tempos de Barcelona, além dos companheiros e compatriotas de seleção Di María e Paredes. O jornal também aponta a afinidade que se desenvolveu entre ele e Mbappé, além da presença da Pochettino no banco.

Messi, no entanto, tem se incomodado muito com o tratamento recebido pela imprensa francesa. Mídias como o L’Équipe foram especialmente severas nas análises feitas. Nesse sentido, Le Parisien conta que o jogador chegou a reclamar com a diretoria do PSG por não entender o comportamento agressivo da imprensa em seu primeiro ano após sua saída abrupta do Barcelona.

 

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Esporte

Guerra na Ucrânia faz Rússia perder eventos da Fórmula 1, futebol, vôlei e esportes olímpicos. Atletas podem ser excluídos de diversas modalidades
Grêmio suspende Diego Churín por 15 dias após episódio em hotel paulista
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde