Domingo, 07 de Agosto de 2022

Home Brasil Quase 450 milhões de doses de vacina contra a covid já foram aplicadas no País

Compartilhe esta notícia:

O Brasil chegou a 449.796.728 doses de vacinas aplicadas até esta terça-feira (21). De acordo com dados do Ministério da Saúde, das secretarias estaduais de saúde e do site Coronavírus Brasil, 84% da população – 179.151.905 brasileiros – já receberam ao menos uma dose da vacina, enquanto 168.365.246 já estão completamente imunizadas, totalizando 80% da população: 163.060.734 pessoas tomaram duas doses, já outras 5.304.512 receberam dose única da vacina.

Além disso, 102.279.577 doses de reforço foram aplicadas na população elegível: adultos que já tomaram a segunda dose há quatro meses ou mais. Para que estes números fossem alcançados, já foram distribuídas mais de 476 milhões de doses aos Estados, segundo o Ministério da Saúde.

No total, 12.805.744 doses foram aplicadas em crianças, que estão parcialmente imunizadas. Este número representa quase 62,47% da população nessa faixa de idade que tomou a primeira dose. Ainda nesta faixa, 7.588.856 estão totalmente imunizadas ao tomar a segunda dose de vacinas, o que corresponde a 37,02% da população deste grupo.

Casos óbitos

O Brasil registrou nessa terça-feira (21) mais 219 mortes pela covid nas últimas 24 horas, totalizando 669.436 desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel nos últimos 7 dias é de 147. Em comparação à média de 14 dias atrás, a variação foi de 21%, indicando tendência de alta nos óbitos decorrentes da doença pelo 12º dia seguido.

O País também registrou 68.102 novos diagnósticos em 24 horas, completando 31.824.220 casos conhecidos desde o início da pandemia. Com isso, a média móvel de casos nos últimos 7 dias foi de 40.174, variação de 10% em relação a duas semanas atrás. Em seu pior momento, a média móvel superou a marca de 188 mil casos conhecidos diários, no dia 31 de janeiro deste ano.

A média móvel de 7 dias faz uma média entre o número do dia e dos seis anteriores. Ela é comparada com média de duas semanas atrás para indicar se há tendência de alta, estabilidade ou queda dos casos ou das mortes.

O cálculo é um recurso estatístico para conseguir enxergar a tendência dos dados abafando o ruído” causado pelos finais de semana, quando a notificação de mortes se reduz por escassez de funcionários em plantão.

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil. O balanço é feito a partir de dados das secretarias estaduais de Saúde.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Saiba se a quarta dose de vacinas contra covid causa mais reação ou efeitos adversos
Autoridades eleitorais dos Estados Unidos detalham ameaças de apoiadores de Donald Trump em audiência sobre invasão do Capitólio
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News