Sábado, 24 de Fevereiro de 2024

Home em foco Técnico do Marrocos lamenta derrota para a Croácia, mas exalta campanha histórica: “é um orgulho”

Compartilhe esta notícia:

Depois de uma campanha história, chegando até uma semifinal da Copa do Mundo, o Marrocos foi derrotado pela Croácia, por 2 a 1, na disputa do terceiro lugar do Mundial. Walid Regragui, técnico da seleção marroquina lamentou o resultado, mas exaltou a entrega de sua equipe durante o torneio.

O Marrocos conseguiu pela primeira vez em sua história em Copas do Mundo se classificar à semifinal do Mundial, se tornando a primeira seleção africana a atingir esse feito. No entanto, acabou derrotada para a França e ficou em quarto lugar, depois de perder para a Croácia.

“Fiquei um pouco decepcionado com essa segunda derrota seguida, nós fizemos de tudo. Fisicamente foi difícil, nossos jogadores ficaram muito cansados, foi intenso mesmo. Sinceramente, queríamos ter dado mais orgulho ainda ao nosso público, aos torcedores. Nossa seleção fez de tudo, vamos aprender muito com essa Copa do Mundo e sabemos que temos que retornar ainda mais fortes daqui a quatro anos”, declarou Regragui.

Em relação ao cansaço dos jogadores, o Marrocos acabou perdendo os zagueiros Saiss e Aguerd antes do duelo. Já durante o jogo, o defensor Dari, autor do gol, também deixou o campo com dores.

“É um orgulho, de todo modo, estar entre as quatro melhores equipes do mundo. Demos um espetáculo de futebol e nunca soltamos essa vontade de vencer. Os croatas realmente têm mais experiência do que nós, jogaram muito e mereceram levar”, continuou.

Walid Regragui também falou da quebra da hegemonia europeia ao classificar sua seleção à fase decisiva da Copa do Mundo. O treinador projetou também os trabalhos futuros do Marrocos, visando a Copa do Mundo de 2026.

“Conseguimos quebrar essa tradição sempre europeia, fizemos a diferença e aprendemos nesses últimos dois jogos que ainda, contra França e Croácia que é preciso fazer mais. É preciso trabalhar mais e faremos isso, como já estamos fazendo há mais de oito ou dez anos”, finalizou.

Agora, Argentina e França fazem o último jogo da Copa do Mundo do catar de 2022. neste domingo, os times de Messi e Mbappé se enfrentam no Estádio de Lusail, às 12 horas (de Brasília) para decidir o título do Mundial.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Presidente do Peru descarta renúncia e exige que o Congresso do país antecipe as eleições
PT é incoerente ao aprovar orçamento secreto, diz Renan Calheiros
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News