Domingo, 22 de Maio de 2022

Home coronavírus Vacinação infantil contra covid avança em Porto Alegre e agora contempla idade mínima de 5 anos

Compartilhe esta notícia:

Em novo avanço da campanha de imunização infantil contra covid, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Porto Alegre começa a vacinar nesta sexta-feira (21) as crianças de 5 anos, idade mínima para receber a primeira dose pediátrica da Pfizer. O procedimento ainda está restrito aos pequenos cidadãos com comorbidade, deficiência permanente, autismo ou baixa imunidade.

O serviço também continua disponível para guris e gurias que vivem em comunidades indígenas ou quilombolas. Para o público saudável nesta faixa etária, a prefeitura deve informar nos próximos dias como será o cronograma, que depende da chegada de novas remessas de fármacos.

A imunização é realizada das 8h às 17h, nas mesas sete unidades utilizadas pela rede municipal desde a terça-feira, quando passou a ser oferecida ao público de 5 a 11 anos:

– Chácara da Fumaça: Estrada Martim Félix Berta nº 2.432 (bairro Mário Quintana);
– IAPI: rua Três de Abril nº 90 (bairro Passo D’Areia);
– Moab Caldas: avenida Moab Caldas nº 400 (Santa Tereza);
– Nova Brasília: rua Vieira da Silva nº 1.016 (Sarandi);
– Santa Marta : rua Capitão Montanha nº 27 (Centro Histórico);
– Santo Alfredo: rua Santo Alfredo nº 37 (São José);
– Clínica da Família José Mauro Ceratti Lopes – avenida João Antônio Silveira nº 3.300 (Restinga).

Detalhes

A vacina pediátrica tem dosagem adaptada para o público infantil e funciona com esquema de duas doses mediante intervalo de oito semanas entre cada injeção.

Não é necessária prescrição médica, mas a mãe, pai ou responsável deve acompanhar o procedimento. Caso não seja possível o comparecimento de um adulto, será necessário apresentar autorização por escrito.

Além disso, o serviço deve ser realizado em sala exclusiva e com espaço para que a criança permaneça no local por cerca de 20 minutos. Trata-se de uma medida de precaução, cujo objetivo é observar eventuais efeitos adversos – que são bastante raros e sem riscos relevantes.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de coronavírus

Não é verdade que nenhuma criança tenha morrido por covid na Alemanha
Taxa de letalidade por covid no Brasil registra queda, mesmo com alta de casos
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Atualidades Pampa