Terça-feira, 16 de Abril de 2024

Home Saúde Varizes em idosos: prevenção e tratamentos

Compartilhe esta notícia:

Com o avanço da idade, diversos problemas de saúde podem surgir. Por isso, é fundamental a realização de exames preventivos periódicos e o acompanhamento regular com um médico. Entre os idosos, uma condição comum são os problemas vasculares, resultado do acúmulo de sangue e desgaste das veias nos membros inferiores, com o passar dos anos.

Segundo dados da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), 70% das pessoas acima de 70 anos possuem varizes e outras complicações vasculares.

“Problemas de varizes podem ser inibidos com tratamentos preventivos. Por isso, sempre aconselhamos mesmo quem não tenha casos hereditários a fazer o acompanhamento”, orienta o médico vascular Gustavo Marcatto.

Existem fatores agravantes para o surgimento de varizes, como predisposição familiar, sexo feminino (proporção de até 2 ou 3 mulheres para cada homem), idade, obesidade e número de gestações.

“Sempre indicamos para que os pacientes tenham atitudes de prevenção. Sabemos que os idosos, em alguns casos, são mais limitados para realizar determinadas atividades. Mas é possível evitar com dieta equilibrada e atividade física que estimule a circulação sanguínea dos membros inferiores, como caminhadas. Além disso, é importante evitar ficar muito tempo sentado ou em pé, e ter sempre uma boa qualidade de vida”, completa Marcatto.

Para evitar cirurgias em pacientes idosos, o médico recomenda que, caso surjam varizes, o idoso realize o tratamento a laser, que dispensa repouso e não causa dores ou outras complicações.

“Com a Realidade Aumentada, utilizamos um equipamento chamado ‘EasyVein’, que identifica a raiz dos vasinhos e, com o uso do Laser Transdérmico, da plataforma XLase, é realizada a técnica CLaCS. Com isso, eliminamos o problema na raiz, sem cirurgias e liberando o paciente para continuar sua rotina normalmente”, completa.

Complicações

Quando não tratadas de forma correta as varizes podem progredir e desenvolver severas complicações.

– Eczema: geralmente se inicia com coceira;
– Dermatite;
– Flebite e trombose (coágulo): flebite significa inflamação da veia. Varicoflebite consiste na inflamação das varizes;
– Pigmentação e escurecimento da pele;
– Hemorragias: a pele e a parede das varizes muitas vezes ficam tão finas que facilmente se rompem. Quando isto acontece pode ocorrer uma importante perda de sangue;
– Úlceras: a complicação mais temida pela população é a formação de feridas nas pernas denominadas úlceras. No início cicatrizam com certa facilidade, mas, com o tempo e se tratadas de forma indevida, vão se tornando mais complexas.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Medicamento de cannabis será vendido via delivery
O que é inércia do sono, que nos deixa grogues de manhã? Entenda
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde