Quarta-feira, 17 de Julho de 2024

Home Saúde Veja a lista de alimentos antiestresse validada por médicos e nutricionistas

Compartilhe esta notícia:

Quem nunca se sentiu estressado ao menos uma vez na vida? E muitas vezes não precisa de nenhum evento extraordinário. A dificuldade de equilibrar as demandas da vida pessoal com os compromissos de trabalho já é motivo de preocupação crônica.

O Brasil é o país mais ansioso do mundo. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que cerca de 9,3% dos brasileiros sofrem de ansiedade patológica. Embora a ansiedade seja uma emoção necessária à nossa funcionalidade e sobrevivência como espécie, em exagero, ela se torna um transtorno e altos níveis de estresse estão diretamente associados com isso.

Não é novidade para ninguém que bons hábitos de vida, como a prática regular de atividade física, podem contribuir com a redução do estresse e da ansiedade. No entanto, pouco se fala do papel da alimentação na melhora e também na piora desse quadro.

“O estresse é uma resposta natural do organismo a uma situação de risco. Em muitos casos, ela é bem-vinda e necessária. O problema é quando ocorre em excesso. Diversas situações no dia a dia levam nosso corpo a um estrado de estresse e a questão alimentar é uma delas”, diz a nutróloga Marcella Garcez, diretora da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN).

A endocrinologista Deborah Beranger enfatiza que além dos alimentos em si, a associação entre alimentação e estresse também passa pelo hábito alimentar.

“Fazer as refeições sentadas à mesa, em um ambiente calmo, comer com garfo e faca, mastigar devagar e olhar para o ambiente e não uma tela são ações que também ajudam a desacelerar e reduzir o estresse.”

No que diz respeito a tipos de alimentos, existem aqueles que podem contribuir para o aumento do estresse e aqueles que ajudam em sua redução. Por exemplo, alimentos processados, ultraprocessados, ricos em açúcar e carboidratos refinados e gordura saturada e frituras de imersão, aumentam a inflamação a inflamação do organismo de maneira geral e contribuem para o aumento do estresse.

“Dietas pobres em nutrientes e pró-inflamatórias podem causar a neuroinflamação, o que prejudica a produção de hormônios do bem-estar”, pontua a nutricionista Priscilla Primi, mestre pela Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo (USP).

Por outro lado, uma alimentação balanceada, rica em frutas, vegetais, grãos integrais e gorduras boas tem um efeito positivo na redução do estresse e na saúde em geral.

“Existem alguns alimentos que tem vitaminas, minerais e aminoácidos que podem ajudar na produção de hormônios ligados ao bem-estar. Entendendo quais são esses nutrientes, buscamos na natureza alimentos que os fornecem para poder ajudar o organismo a produzi-los com mais eficiência”, explica Primi.

A serotonina é um desses neurotransmissores. Conhecido como hormônio do bem-estar, esse neurotransmissor está associado à redução do estresse, da ansiedade e da depressão e à melhora da saúde mental em geral. O que pouca gente sabe é que mais de 90% da serotonina presente no organismo é produzida no trato gastrointestinal. Daí a importância da alimentação.

“Todos os alimentos que ajudam a reduzir o estresse são aqueles que aumentam a produção de serotonina”, ressalta Beranger.

O triptofano, um aminoácido encontrado em alimentos como banana, laticínios, feijão ervilha, está diretamente envolvido na síntese da serotonina. O que os torna importante aliados na redução do estresse.

Veja outros alimentos que ajudam a melhorar a saúde mental e o bem-estar:

* Banana, leite, feijão, ervilha e proteínas de origem animal: são alimentos ricos em triptofano, aminoácido diretamente associado à produção de serotonina, o hormônio da felicidade. A banana, por exemplo, também é rica em potássio e vitamina B6, outros nutrientes diretamente ligados à produção de serotonina.

* Abacate, linhaça e peixes de água gelada: esses alimentos são ricos em ômega 3, uma gordura boa que é um importante neuroprotetor e ajuda na eficiência da produção de neurotransmissores que contribuem para uma boa saúde mental.

* Castanha-do-pará: é a melhor fonte de selênio que existe. Apenas duas unidades por dia já correspondem a quantidade ideal desse nutriente. O selênio é um mineral fundamental para a disposição e o bom-humor. Baixos níveis de selênio estão associados a cansaço e tristeza. Portanto, manter os níveis adequados desse mineral contribui para a melhora do bem-estar em geral e redução do estresse.

* Semente de abóbora: Além de ser uma fonte de triptofano, a semente de abóbora é rica em zinco, mineral associado à melhora da qualidade do sono, pois ajuda no relaxamento. O sono está envolvido em diversos processos do sistema nervoso que contribuem para aumento da sensação de felicidade.

* Chocolate amargo (70%), frutas vermelhas e vegetais verde escuro: são alimentos ricos em flavonoides antioxidantes, substâncias que combatem os radicais livres e melhoram a performance cognitiva, promovem a neuroproteção e a modulação do humor pela interação com dopamina, serotonina e endorfinas.

* Frutas cítricas: acerola, laranja, morango, caju e kiwi são ricas em vitamina C que é um poderoso antioxidante com capacidade de diminuir os níveis de cortisol, conhecido como hormônio do estresse.

* Chás calmantes: os chás de camomila e melissa têm alta concentração de flavonoides, antioxidantes que controlam sintomas de ansiedade. Além disso, esses chás auxiliam no relaxamento e na boa noite de sono, o que ajuda a reduzir o estresse.

* Chá verde e matchá: são fontes de L teanina, um aminoácido que pode aumentar a produção de serotonina e dopamina no corpo. Esses compostos também ajudam na ansiedade e têm efeito antioxidante.

* Ovo e amendoim: além de serem ricos em triptofano, esses alimentos têm vitamina B. As vitaminas do complexo B, como B6, B12 e ácido fólico são importantes para regular o sistema nervoso central, incluindo a produção de serotonina.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Saúde

Saiba por que os derrames são mais comuns e graves em mulheres
A Netflix divulgou o elenco completo da minissérie “Senna”, que contará a história do tricampeão de Fórmula 1 Ayrton Senna
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News