Quarta-feira, 19 de Janeiro de 2022

Home em foco Aliados de Bolsonaro defendem acelerar a vacinação de crianças para reduzir desgaste do governo

Compartilhe esta notícia:

Depois da campanha aberta do presidente Jair Bolsonaro contra a vacinação de crianças, aliados dele passaram a defender que seja acelerada a imunização infantil. O objetivo: reduzir o desgaste de imagem provocado pelo próprio governo.

Segundo interlocutores de Bolsonaro, o ideal é que todas as 20 milhões de crianças entre 5 e 11 anos recebam a primeira dose até o início de março.

Aliados do presidente reclamam que o desgaste causado pela campanha contra a vacinação das crianças já começa a atingi-los também.

Um desses aliados disse, reservadamente, que seus eleitores têm feito questionamentos sobre como ele ainda apoia um governo que prejudica a saúde da população brasileira, colocando em risco as crianças.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, promete começar a vacinação das crianças ainda em janeiro, mas a dúvida é se o governo conseguirá imunizantes suficientes para vacinar todo esse grupo, estimado em 20 milhões de crianças, até o mês de março.

Por isso, aliados querem que o governo faça negociações com a Pfizer e busque outros imunizantes para garantir uma dose aplicada antes do início das aulas deste ano.

Caso o governo continue “jogando apenas para a própria plateia”, líderes governistas avaliam que, no reinício dos trabalhos do Congresso, começará um debate na base aliada sobre manter ou não o apoio ao presidente da República.

A avaliação atual, segundo líderes governistas, é que na região Nordeste, por exemplo, aliados de Bolsonaro já começam a trabalhar com um cenário de apoiar outros candidatos à Presidência da República e a governos estaduais, que fazem oposição ao Palácio do Planalto.

A rejeição ao presidente só tem aumentado entre nordestinos, principalmente diante da postura negacionista de Bolsonaro.

Pfizer

A Pfizer prevê para esta quinta-feira (13) a entrega do primeiro lote da vacina contra covid-19 para crianças de 5 a 11 anos ao Brasil. A remessa de 1,248 milhão de doses desembarcará no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), segundo a farmacêutica.

A Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa) autorizou, em 16 de dezembro, a vacinação de crianças de 5 a 11 anos. Como as doses ainda não chegaram, esse público não começou a ser vacinado.

“A Pfizer confirma que a chegada do primeiro voo trazendo 1,248 milhão de doses pediátricas (5 a 11 anos) está estimada para o dia 13 de janeiro, às 3h40, no Aeroporto de Viracopos”, informou nesta segunda-feira (10) a farmacêutica.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

‘Vocês votaram num cara do Centrão”, diz Bolsonaro sobre críticas por ingresso no PL
Polícia demonstra preocupação com possível recuo sobre reajuste e já fala em “traição”
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News