Quinta-feira, 30 de Maio de 2024

Home Variedades Disney+ perde quatro milhões de assinantes no primeiro trimestre

Compartilhe esta notícia:

A Disney perdeu quatro milhões de assinantes do serviço de streaming Disney+ nos três primeiros meses do ano, caindo para 157,8 milhões no final do período, divulgou a empresa nesta semana. Analistas previam esse indicador acima de 163 milhões. No pregão eletrônico after-hours de Wall Street, as ações do grupo caíram 3,19%.

A queda da base de assinantes do Disney+ foi impulsionada principalmente por uma baixa de 8% na Índia, onde a variante Hotstar do serviço representa quase um terço do total global. Mas a gigante do entretenimento também registrou um leve declínio (-1%) na América do Norte.

Mesmo assim, a receita média de assinaturas da Disney aumentou 13%, principalmente devido aos preços mais altos. O negócio de streaming continua deficitário, mas continuou a reduzir suas perdas no trimestre.

A companhia com sede em Burbank, na Califórnia, divulgou que teve lucro líquido de US$ 1,27 bilhão no segundo trimestre fiscal de 2023, mais do que dobrando o ganho de 470 milhões de dólares apurado em igual período do ano passado. No lucro diluído por ação, o resultado foi de 0,93 dólares. O valor ficou dentro da previsão de US$ 0,93 do FactSet.

Já a receita do gigante do entretenimento teve expansão anual de 13% entre janeiro e março, a 21,815 bilhões de dólares.

“Estamos satisfeitos com nossas realizações neste trimestre, incluindo o melhor desempenho financeiro de nosso negócio de streaming, que reflete as mudanças estratégicas que estamos fazendo em toda a empresa para realinhar a Disney para crescimento e sucesso sustentados”, disse Rober Iger, CEO da empresa.

A semelhança do trimestre anterior, os resultados do grupo foram impulsionados pelos parques temáticos, cujo volume de negócios aumentou 17% face ao ano anterior, graças à melhoria da frequentação, mas também ao aumento dos preços. O aumento só nos parques chegou a 23%, mas o faturamento da filial foi afetado pelo mau desempenho das vendas de derivados, que caíram 23%. Em conjunto, a Disney conseguiu conter o aumento dos custos (+10,7%) a um ritmo inferior às suas receitas (+13%).

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Variedades

Filho coloca à venda coleção de Mercedes-Benz de Hebe Camargo
Livro sobre Janja traz curiosidades sobre a primeira-dama; confira algumas
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde