Terça-feira, 17 de Maio de 2022

Home Política Ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello deixa a cargo de Bolsonaro definição de sua candidatura nas eleições

Compartilhe esta notícia:

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello decidiu deixar a cargo do presidente Jair Bolsonaro (PL) a definição de sua candidatura nas eleições de 2022.

Na próxima semana, Pazuello desembarca em Brasília para uma conversa com Bolsonaro sobre o assunto. Atualmente, segundo pessoas próximas ao ex-ministro, Pazuello pode ser candidato pelo Rio de Janeiro ou pelo Amazonas.

Ainda não está certo também se ele sai a deputado federal ou tenta uma vaga no Senado. Pazuello vai para a reserva do Exército no final deste mês e, assim que o processo for oficializado, vai se filiar a um partido político.

A ideia é que Bolsonaro também tenha a caneta para definir a melhor sigla para abrigar o aliado. Nos últimos dias, o presidente do PL, Valdemar da Costa Neto, disse que a legenda está aberta para receber Pazuello.

Os planos políticos discutidos para Pazuello vão ser definidos a partir de aferições dos cenários regionais. Atualmente, o caminho mais provável é que o ex-ministro dispute uma vaga na Câmara dos Deputados.

O ex-ministro ocupa o cargo de assessor especial da SAE (Secretaria de Assuntos Estratégicos) do governo.

Pazuello sofreu um acidente de moto no Rio de Janeiro no dia 24 de dezembro do ano passado e desde então está desempenhando a função de forma remota.

PL

“Não temos a confirmação [da filiação de Pazuello], mas o partido está aberto para ele”, disse o presidente do PL, Waldemar Costa Neto. Desde a chegada do presidente Jair Bolsonaro e do senador Flávio Bolsonaro (RJ) em novembro de 2021, o partido aposta em uma onda de novas filiações, inclusive de deputados com mandatos vigentes. A previsão do comando do PL é que a bancada na Câmara dos Deputados aumente 62%, em março de 2022, período da janela partidária, passando de 42 para 70 parlamentares. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral, a sigla possui 761.560 filiados (dado mais recente disponível, do fim do ano passado).

Candidatos covid

O general Pazuello não é o único que ganhou destaque com a pandemia de covid-19 e agora tenta uma carreira política. A médica e defensora da hidroxicloroquina, Nise Yamaguchi, entre outros, querem tentar a sorte nas próximas eleições.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Política

Brasil atingiu recorde de endividados em 2021
Ministério Público pede que Tribunal de Contas da União investigue gastos da viagem de Mario Frias a Nova York
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde