Terça-feira, 16 de Abril de 2024

Home Inter Inter prepara saída de Edenilson e já vasculha mercado por substituto

Compartilhe esta notícia:

Edenilson tem dias contados no Inter. A saída do meio-campista de 32 anos é tratada nos bastidores quase como certeza ao fim desta temporada. O técnico Mano Menezes, inclusive, confirmou o desejo do atleta de ser negociado. Por isso, o departamento de futebol iniciou a busca por alternativas que possam ocupar a lacuna que será aberta no grupo de jogadores, e já está atuando no mercado da bola.

“Ele [Edenilson] tem uma ideia de sair no fim do ano. Talvez seja bom para todos. Tenho muito carinho por ele. Vamos sempre fazer o melhor para ajudá-lo. Falei pra ele o que disse para o Rodrigo [Dourado]: “vamos fazer a saída com o melhor nível possível e a melhor posição no Brasileirão”, disse Mano Menezes em uma entrevista.

Busca por opções no mercado

Ciente da chance grande de não ter Edenilson no elenco no ano que vem, o Internacional já procura alternativas. Nos últimos dias, sondou a situação de Patrick de Lucca, de 22 anos, que está em fim de contrato com Bahia. Também buscou informações sobre Walisson, de 25 anos, da Ponte Preta.

Outro nome que surgiu no radar vermelho é o de Santiago Hezze, de 20 anos, do Huracán, da Argentina. O presidente do clube argentino, David Garzón, disse que o meio-campista renovou recentemente o contrato que iria até o fim do ano e que há várias ofertas sendo analisadas no momento.

Nos últimos dias da janela de transferências passada, o Colorado fez uma oferta de empréstimo com obrigação de compra ao clube do jovem, que recusou. Uma nova investida pode acontecer para a temporada que vem.

Há convicção em todas as partes consultadas que o ciclo de Edenilson se aproxima do fim no Beira-Rio. São quase 300 jogos desde 2017, temporada em que foi contratado. Quase sempre titular e figura relevante do elenco, marcou 47 gols e deu 32 assistências. Por seu rendimento no time gaúcho, chegou à Seleção Brasileira.

Mas a passagem também foi marcada por uma relação desgastada com a torcida. Após perder pênaltis decisivos em eliminações e ser marcado pelo lance do último gol na derrota contra o Athletico Paranaense, na final da Copa do Brasil, ele tem caminho aberto para deixar o clube.

Além disso, Edenilson também viveu situações de “quase saída” que tumultuaram o ambiente. Ele já tinha manifestado o desejo de deixar o clube em outras ocasiões, quando ofertas de fora do país foram apresentadas, mas rejeitadas pelo clube. Até agora, acabou sempre permanecendo, cenário que deve mudar em 2023.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Inter

Confiança do comércio brasileiro cai 2,6% em setembro no segundo recuo seguido
Grêmio vai a 95% de chance de acesso para a Série A do Brasileirão
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias