Segunda-feira, 29 de Novembro de 2021

Home em foco Mais de 80 brasileiros têm nome em homenagem a Pelé

Compartilhe esta notícia:

Nomeado Atleta do Século XX e considerado o Rei do Futebol, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, continua sendo reverenciado pelos amantes do futebol. Neste sábado (23), o maior jogador de todos os tempos completou 81 anos de vida.

No Brasil, existem mais de 80 pessoas que homenageiam diariamente a eterna majestade. São 25 brasileiros registrados com o “Edson Arantes do Nascimento”. Além disso, há outras 18 pessoas que possuem o nome “Edson Arantes do Nascimento” acompanhado de outros sobrenomes.

Existem também quatro brasileiros com a ordem do sobrenome trocada, sendo chamados de “Edson Nascimento Arantes”. Já com a grafia Edison (com i) Arantes do Nascimento, existe apenas um. E ainda temos 35 que utilizam dentro do nome a grafia “Pelé”.

Os dados levaram em conta pessoas que nasceram após o ano de 1956, quando Pelé estreou no futebol profissional jogando pelo Santos. A partir daí, a colocação do nome na criança por parte dos pais seria uma homenagem ao atleta que estava despontando no esporte. Pessoas nascidas anteriormente ou com pouquíssima diferença de idade não foram contabilizadas.

Os dados foram coletados pela proScore, bureau digital de crédito e authority de score, especializado em Big Data, Analytics e motores de decisão. “O Pelé parou de jogar há mais de 40 anos. Essas pessoas que levam o nome completo dele ou mesmo o famoso apelido apontam para o exemplo e genialidade dele dentro do futebol no mundo”, disse Mellissa Penteado, sócia-fundadora e CEO do grupo proScore.

Atualmente, o mundo virtual ajudou a divulgar ainda mais o nome de jogadores famosos, como é o caso do ex-santista Neymar. O levantamento da proScore apontou que existe uma pessoa com o mesmo nome de “Neymar da Silva Santos Júnior” no País. “Neymar da Silva”, com sobrenomes diferentes, são quatro, e somente “Neymar da Silva” são 32.

Já com o nome apenas “Neymar” e outros sobrenomes, encontramos 260 pessoas. A proScore levou em conta que Neymar estreou em 2009, aos 17 anos, com a camisa do Peixe.

CBF

A fachada da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) amanheceu diferente neste sábado. Pelé, que celebrou 81 anos nesta data, ganhou uma homenagem da entidade. A Casa do Futebol Brasileiro passou a estampar uma arte com fotos, a assinatura do Rei uma referência aos seus anos de vida.

“Pelé merece todas as homenagens possíveis, é o maior de todos os tempos. Esperamos poder celebrá-lo muitas vezes mais. Esse ato simbólico é apenas para prestar nossa reverência ao Rei do Futebol”, disse o presidente interino da CBF, Ednaldo Rodrigues.

Aos 81 anos, Pelé ainda carrega recordes com a camisa da Seleção Brasileira. Com 95 gols, ele é o maior artilheiro da amarelinha até aqui. O Rei também está no seleto grupo de atletas com mais de 100 jogos pelo Brasil. São 113 no total, mesmo número de Djalma Santos.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Seleção feminina brasileira de futebol esboça reação, mas perde por 3 a 1 em amistoso contra Austrália
Horário de verão não traz economia de energia, avalia o governo federal
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Bom Dia