Segunda-feira, 17 de Janeiro de 2022

Home em foco Ministério da Defesa do Brasil envia comitiva aos Emirados Árabes para participar do Dubai Airshow

Compartilhe esta notícia:

Durante a visita do governo de Jair Bolsonaro aos Emirados Árabes Unidos nesta semana, o Ministério da Defesa enviou uma comitiva ao país, para participar a partir deste domingo (14) da feira de aviação Dubai Airshow.

No evento, a pasta vai fechar um acordo com o Internacional Golden Group para desenvolver, produzir e comercializar produtos de defesa. A empresa é a líder no fornecimento de equipamentos às Forças Armadas do país árabe, que atualmente é uma das cinco nações que mais compram produtos brasileiros neste segmento.

De 2019 a 2020, o Brasil exportou 426,2 milhões de dólares aos Emirados Árabes. A delegação brasileira irá ainda ao Catar, onde serão anunciados entendimentos para expandir as parcerias estratégicas e comerciais entre os países na área da defesa.

Dubai Airshow

Dubai é a terra de superlativos e, por isso, não surpreende que sirva como sede para a maior feira de aviação do mundo – batizada a Dubai Airshow –, que reunirá 1.200 expositores de 148 países a partir deste domingo (14). E, além das 160 aeronaves exibidas no Aeroporto Internacional Al Maktoum, haverá apresentações dos militares de Arábia Saudita; Estados Unidos; Rússia; e Emirados Árabes.

Também serão mostradas ao público diferentes soluções em sustentabilidade, internet 5G, sistemas de satélite, segurança e automação por meio das mais de 80 startups já confirmadas. Por fim, serão apresentadas 50 horas de palestras (com aproximadamente 150 especialistas de diferentes setores) a respeito de transporte de cargas; meio-ambiente; gestão de tráfego aéreo; e mobilidade.

Para alegria dos avigeeks – como são chamados os entusiastas de aviação –, serão exibidos o novo Boeing 777X, que aparecerá pela primeira vez em um evento internacional, antes mesmo de finalizar o processo de certificação; e o luxuoso jato executivo Bombardier Global 7500, capaz de viajar sem escalas de São Paulo até o Oriente Médio e ainda dispor de uma suíte com chuveiro a bordo.

Nos cinco dias de programação, o Dubai Airshow deverá fazer mais que atrais apenas os curiosos da aviação: o evento será uma das principais oportunidades comerciais para fabricantes e empresários fecharem negócio após quase dois anos de crise no setor da aviação por conta da pandemia. Como exemplo desse potencial, na edição de 2019, foram movimentados 54,5 bilhões de dólares.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Ministério da Saúde autoriza consulta pública de estudo do ‘kit Covid’
Entenda por que os EUA permitem entrada de turistas vacinados, mas imigrantes que querem asilo são barrados
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde