Quarta-feira, 17 de Julho de 2024

Home em foco Polícia Federal prende homem apontado como um dos líderes dos ataques extremistas em Brasília

Compartilhe esta notícia:

A PF (Polícia Federal) prendeu na noite de quinta-feira (20), em Campos dos Goytacazes (RJ), um comerciante apontado como um dos líderes da invasão ao STF (Supremo Tribunal Federal) nos atos extremistas de 8 de janeiro, em Brasília.

Diego Ventura teve a prisão preventiva determinada pelo ministro Alexandre de Moraes. O homem foi detido durante um evento denominado “Assembleia Nacional da Direita Brasileira”. O celular do comerciante foi apreendido.

Segundo as investigações da PF, Ventura era líder de um grupo de extrema direita presente no acampamento montado no quartel-general do Exército em Brasília, após as eleições de 2022.

No fim de dezembro, ele chegou a ser detido pela Polícia Militar do Distrito Federal quando seguia para a sede do STF portando itens como estilingues, rádios comunicadores e faca, mas foi solto no mesmo dia.

O comerciante foi filmado do lado de fora do STF chutando grades de contenção antes do início da invasão. Ele também aparece em imagens dentro do prédio depredado.

Segundo a PF, a prisão de Ventura é mais um desdobramento da Operação Lesa Pátria, que começou em 20 de janeiro com o objetivo de identificar pessoas que participaram ou financiaram os ataques às sedes dos Três Poderes, em Brasília. Os atos foram realizados por pessoas contrárias ao resultado da eleição presidencial.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de em foco

Imagens de câmeras de segurança confirmam a versão do ministro do Supremo Alexandre de Moraes sobre agressões em Roma
Morre, aos 96 anos, o cantor norte-americano Tony Bennett, ícone da música pop e do jazz
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News