Domingo, 22 de Maio de 2022

Home Porto Alegre Desfiles das escolas de samba de Porto Alegre são adiados para maio

Compartilhe esta notícia:

Após reunião na noite desta quinta-feira (10) com secretários municipais e representantes de entidades carnavalescas de Porto Alegre, o prefeito Sebastião Melo anunciou o adiamento dos desfiles das escolas de samba no Porto Seco (Zona Norte). O evento será realizado de 6 a 8 de maio, por causa do atual cenário da pandemia de coronavírus.

O período anteriormente definido havia sido 18 a 20 de março, em meio ao cronograma festivo do aniversário de 250 anos de fundação da capital gaúcha.

Além da transferência dos desfiles, foram tratados outros temas relativos ao evento. A prefeitura está construindo um Termo de Permissão de Uso (TPU) com a União das Escolas de Samba de Porto Alegre (Uespa) e União das Entidades Carnavalescas do Grupo de Acesso de Porto Alegre (UecGapa) para que as ligas possam fazer a gestão do Porto Seco e buscar parcerias para a realização do carnaval.

Outra medida adotada pela gestão para viabilizar os desfiles – e reforçada no encontro – foi o lançamento de um edital, em dezembro deste ano, para viabilizar a produção do espetáculo. O edital de fomento prevê o investimento de R$ 1,5 milhão, a ser distribuído entre as 17 agremiações. A verba é do Fundo Municipal de Apoio à Produção Artística e Cultural (Fumproarte).

“Diálogo e construção são marcas do nosso governo e a decisão tomada hoje é fruto desse processo”, declarou o chefe do Executivo municipal ao deixar o encontro. “Quero cumprimentar as entidades carnavalescas pela compreensão e apoio na transferência da realização dos desfiles. Agora, vamos formar uma governança para realizar um maravilhoso carnaval nessas novas datas.”

O evento não é realizado na cidade desde 2020. No ano passado, o avanço da pandemia de coronavírus fez com que os desfiles – marcados para fevereiro – fossem cancelados com antecedência, em dezembro, quando o Executivo de Porto Alegre ainda estava sob o comando de Nelson Marchezan Júnior, em seu último mês de mandato (ele não conseguira se reeleger).

A decisão levou em conta o risco de contágio em um ambiente de aglomeração, tanto entre os participantes quanto os espectadores. Vale lembrar que a pandemia já estava presente no Estado havia quase um ano e a vacinação contra covid recém havia começado, em janeiro e até então apenas para grupos prioritários como idosos e profissionais da saúde.

Reunião

Participaram da conversa os titulares de pastas Gunter Axt (Cultura), Cássio Trogildo (Governança e Coordenação Política), Marcos Felipi (Serviços Urbanos), Luiz Otávio Prates (Comunicação), Rogério Beidaki (Secretaria Extraordinária dos 250 anos) e Cesar Sulzbach (Secretaria Extraordinária de Enfrentamento ao Coronavírus), além da procuradora-adjunta do Município, Eleonora Serralta.

Também estiveram presentes os presidentes da União das Escolas de Samba de Porto Alegre (Uespa), Maurício Nunes, e da União das Entidades Carnavalescas de Todos os Grupos e Abrangentes de Porto Alegre (UecGapa), Richer Kniest, bem como representantes das Escolas do Grupo Ouro.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Porto Alegre

Em Porto Alegre, crianças acamadas começam a receber em casa vacina contra covid
Defesa diz que Bolsonaro não fez discurso de ódio contra Lula e nega propaganda eleitoral antecipada
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News