Segunda-feira, 23 de Maio de 2022

Home Rio Grande do Sul Empresa de energia apresenta ao governador gaúcho as próximas etapas do projeto Minuano, que amplia as condições de atendimento no suprimento de energia na Serra

Compartilhe esta notícia:

Em reunião, realizada nesta sexta-feira (28), em São Paulo, o presidente da ISA CTEEP, maior transmissora privada de energia do País, Rui Chammas, apresentou ao governador gaúcho Eduardo Leite as próximas etapas do projeto Minuano, que amplia as condições de atendimento no suprimento de energia na Serra.

“Estes investimentos da iniciativa privada são estratégicos para o Estado e importantes para escoar a energia que poderá ser gerada a mais”, afirmou o governador.

A empresa foi a vencedora de leilão da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), realizado em 2019, e responsável pela construção da subestação Caxias Norte e obras associadas, com investimento de R$ 682 milhões.

Com prazo de conclusão até março de 2025, a subestação adicionará 115 quilômetros de linhas de transmissão  e a subestação terá 2.691 MVA de capacidade ao sistema energético nos municípios de Bento Gonçalves, Pinto Bandeira, Farroupilha, Nova Pádua, Caxias do Sul, Flores da Cunha, Veranópolis e Nova Roma do Sul. Na obra, a expectativa é a geração de cerca de 1.300 empregos diretos.

Ainda em São Paulo,  Leite conversou com investidores, a convite da XP Inc, sobre o cenário político e econômico gaúcho e brasileiro. No encontro, foram abordadas as reformas e privatizações realizadas no Estado, os investimentos do programa Avançar e as perspectivas para 2022.

Avançar

Na quarta-feira governo do Estado lançou o Avançar na Sustentabilidade. Leite anunciou R$ 193,2 milhões em recursos do Tesouro para projetos voltados ao incentivo de energias limpas e renováveis, desenvolvimento sustentável, recuperação do patrimônio ambiental, redução do impacto ambiental no uso da terra e boas práticas para combater as mudanças climáticas.

Leite reforçou que, com o novo anúncio, o Estado chega aos R$ 5 bilhões destinados para diferentes áreas dentro do programa Avançar. “O Estado retomou a sua capacidade de investimento e agora aposta as suas fichas na contribuição e colaboração para essa pauta urgente, que é a sustentabilidade e o compromisso com o clima. Respeitar o meio ambiente e diminuir os efeitos da ação humana no planeta são ações estratégicas e uma responsabilidade de todos”, afirmou.

O Avançar na Sustentabilidade está dividido em quatro eixos: clima, energia, água e parques. Todas as ações estão alinhadas aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentáve, da Organização das Nações Unidas, e vão ao encontro das metas assumidas pelo governo do Estado na Conferência das Nações Unidas sobre Mudança no Clima para neutralizar as emissões de carbono no Estado em 50% até 2030.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Rio Grande do Sul

DMLU programa ação de limpeza no Belém Velho, em Porto Alegre, neste domingo
Governo de São Paulo vai exigir comprovante da vacina contra Covid na volta às aulas
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News