Sábado, 02 de Março de 2024

Home Brasil Entra em vigor restrição de pousos de aviões a jato em Fernando de Noronha

Compartilhe esta notícia:

A proibição de pouso em Fernando de Noronha dos aviões com motores a reação, os chamados turbojatos, entrou em vigor nesta quarta-feira (12). A restrição foi determinada pala Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) devido às condições da pista. Com isso, foi preciso mudar o tipo de aeronave que realiza viagens para a ilha.

Antes, eram utilizados aviões como Boeing e Embraer, com maior capacidade de transporte de passageiros, que transportavam mais de 110 pessoas. A Azul, por exemplo, fez a substituição por aeronaves ATR72-600, com capacidade para 70 passageiros, e anunciou a retomada da venda de passagens após acomodar os afetados pela restrição.

O primeiro voo para Noronha com as novas regras aconteceu na manhã desta quarta. O ATR da Azul pousou na ilha pouco antes das 11h. Os clientes que desembarcaram neste primeiro dia de operação tiveram alterações no horário das viagens. O artista Alessandro de Oliveira, conhecido como Palhaço Reco-Reco, chegou à ilha no primeiro voo da nova malha para animar a festa do Dias das Crianças.

“O meu voo foi adiantando em uma hora e meia mais. Eu fiquei um pouco preocupado porque tenho compromisso na ilha e no continente, espero que meu retorno dê certo na quinta-feira (13)”, declarou o artista.

A publicitária Rebeca Diniz, turista de São Paulo, contou que teve prejuízos com as mudanças nos voos para Fernando de Noronha. “Eu já estava no Recife e descobri que meu voo de retorno foi cancelado. Tive que comprar outra passagem, pagar mais taxa. Perdi uma viagem internacional que estava marcada”, disse Rebeca.

Por meio de nota, a Seinfra (Secretaria de Infraestrutura e Recursos Hídricos de Pernambuco)  afirmou que seguirá as determinações da Anac e informou, ainda, que, “nos últimos anos, tem intensificado os investimentos para a ampliação da infraestrutura do aeródromo e adequá-lo aos modelos atuais e futuros de movimentação das aeronaves”.

Além de ter iniciado as obras de reparos na pista de pouso e decolagem com prazo de conclusão em até dois meses, a Seinfra declarou que “vem atuando na mobilização e transporte de materiais, insumos e equipamentos necessários para a execução dos serviços de restauração total do pátio de estacionamento das aeronaves, pistas de rolamento (taxiway) e da pista de pouso e decolagem”.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Polícia encontra 33 mil dólares com passageiro em ônibus na BR-290, em Rosário do Sul
Ministro da Economia critica o Fundo Monetário Internacional após instituição indicar gastos desnecessários com auxílio
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa Na Tarde