Domingo, 21 de Abril de 2024

Home coronavírus Idade mínima para reforço vacinal contra covid cai para 16 anos em Porto Alegre nesta segunda-feira

Compartilhe esta notícia:

A partir desta segunda-feira (13), a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Porto Alegre reduzir de 17 para 16 anos a idade mínima de recebimento do reforço vacinal contra covid. Estará apto ao procedimento quem estiver com o esquema primário de imunização (duas doses de Coronavac ou Pfizer) concluído há pelo menos quatro meses.

O serviço é oferecido na sala especial do Shopping João Pessoa (bairro Santana) e em 26 postos de saúde da rede municipal – endereços podem ser conferidos em prefeitura.poa.br. Não é necessária a presença dos pais ou autorização por escrito, mas exige-se documento de identidade com CPF e a carteira de controle carimbada nas etapas anteriores.

De acordo com nota técnica do Ministério da Saúde, podem ser aplicados tanto o fármaco da Pfizer quanto da Coronavac, independente do que foi ministrado nas duas etapas anteriores. A escolha depende do estoque de ampolas disponível em cada município.

Essa ampliação de público atende a diretriz recente do órgão federal, que passou a recomendar a aplicação da dose de reforço também para todos os adolescentes (12 a 17 anos). Na capital gaúcha, esse segmento populacional abrange quase 73,3 mil guris e gurias, sendo que 12.921 pessoas de tal grupo têm 16 anos.

Na quarta-feira passada (8), a proteção adicional contra o coronavírus passou a ser oferecida para quem tem 17 anos (13.210 indivíduos), em uma logística escalonada. A redução progressiva da idade acompanha a chegada de novas remessas para o estoque de vacinas.

Desde abril, as autoridades consideram que o esquema de imunização contra covid só está completo com pelo menos uma dose de reforço. Se a pessoa recebeu apenas as duas injeções (ou única, no caso da Janssen) do ciclo básico, concluiu apenas o “esquema primário” e não está plenamente protegida contra quadros graves que podem levar a complicações severas da doença.

Também é importante ressaltar que os imunizantes utilizados são eficazes e não oferecem riscos à saúde. Antes de acreditar e compartilhar notícias duvidosas que ainda circulam nas redes sociais e aplicativos de mensagem, busque informações confiáveis em sites oficiais como prefeitura.poa.br.

Segundo reforço para os “cinquentões”

A prefeitura de Porto Alegre permanece no aguardo de um novo lote de imunizantes para iniciar a aplicação da segunda dose de reforço contra covid para a população na faixa dos 50 aos 59 anos.

Até agora, o procedimento está disponível na capital gaúcha somente para os idosos (60 anos em diante) e indivíduos com baixa imunidade na faixa a partir dos 12 anos.

(Marcello Campos)

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de coronavírus

Seleção brasileira masculina de vôlei perde para a China na Liga das Nações
Acampamento Farroupilha de Porto Alegre começam a receber inscrições de piquetes
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Show de Notícias