Quinta-feira, 19 de Maio de 2022

Home Mundo Rússia aprova lei que pune com prisão quem espalhar “informações falsas”

Compartilhe esta notícia:

O parlamento da Rússia aprovou, nesta sexta-feira (4), uma lei que pune com prisão quem espalhar informações  consideradas falsas sobre as forças armadas do país.

Oficiais russos dizem que o país sofre o que eles chamam de guerra de informação sobre o conflito na Ucrânia. Eles alegam que supostas fake news estão sendo espalhadas pelos inimigos da Rússia, como os Estados Unidos e seus aliados, numa tentativa de semear a discórdia e dividir seu povo.

“Se as fake news levarem a consequências sérias, a prisão poderá ser de até 15 anos”, declarou em nota o parlamento russo, que é conhecido como Duma.

A lei permite que o governo russo atue de forme mais agressiva contra declarações que descreditam as forças armadas.

Bloqueio de agências de notícias

Essa aprovação da lei acontece ao mesmo tempo em que a agência de comunicação da Rússia restringe o acesso a sites de várias organizações de notícias estrangeiras, incluindo a BBC e a Deutsche Welle. O motivo é a divulgação do que a Rússia classifica como informações falsas em reportagens sobre a Guerra na Ucrânia.

A Rússia reclama repetidamente que as organizações de mídia ocidentais oferecem uma visão parcial — e muitas vezes antirrussa — do mundo, enquanto não responsabilizam seus próprios líderes por guerras estrangeiras devastadoras, como Iraque, e pela corrupção.

O órgão regulador disse nesta sexta-feira que bloqueou BBC, Voice of America, Radio Free Europe/Radio Liberty, Deutsche Welle e outros meios de comunicação, informou a agência de notícias Interfax.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Mundo

Taxa de desemprego cai para 3,8% nos Estados Unidos
“Próximos dias devem ser piores”, diz Otan sobre guerra na Ucrânia
Deixe seu comentário
Pode te interessar
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News