Terça-feira, 28 de Maio de 2024

Home Brasil Atriz Claudia Jimenez morre, aos 63 anos, no Rio de Janeiro

Compartilhe esta notícia:

A atriz Claudia Jimenez morreu, aos 63 anos, no início da manhã deste sábado (20), no Rio de Janeiro. A intérprete de Dona Cacilda, da “Escolinha do Professor Raimundo”, e de Edileuza, do programa “Sai de Baixo”, estava internada no Hospital Samaritano.

A causa da morte não foi divulgada. Filha de um cantor de tangos e caixeiro viajante e de uma enroladora de bala de coco, Cláudia Maria Patitucci Jimenez nasceu na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, em 1958.

Ela fez o Curso Normal, com especialização em maternal e jardim de infância, e já na juventude se dedicou ao teatro amador. “Sempre fui palhaça, sempre. No colégio de freira me pagavam um chocolate, bala para eu não deixar de ir na aula de religião, porque quando eu ia era um divertimento só”, disse a humorista.

A sua estreia no teatro profissional ocorreu em 1978, na peça “Opera do Malandro”, de Chico Buarque, em que viveu a prostituta Mimi Bibelô. Foi o diretor Mauricio Sherman que a levou para a TV Globo. Nos anos 1980, Claudia participou da abertura do programa “Viva o Gordo”, de Jô Soares, e deu vida à insaciável Pureza, mulher de Apolo, do bordão “Ainda morro disso!”, em “Chico City”.

A partir de 1990, Claudia viveu a desbocada e saliente Dona Cacilda, uma das alunas da “Escolinha do Professor Raimundo”, com Chico Anysio. Com Cacilda, emplacou outro bordão: “Beijinho, beijinho, pau, pau”.

A humorista também atuou no programa “Zorra Total”, interpretando as personagens Glorinha e Greice Quéle.

Compartilhe esta notícia:

Voltar Todas de Brasil

Três criminosos são condenados pela morte de empresário em supermercado em Porto Alegre
Bolsonaro diz que, se o seu governo zerar os homicídios, a mídia reclamará do “prejuízo” causado aos assassinos
Deixe seu comentário
Baixe o app da RÁDIO Pampa App Store Google Play

No Ar: Pampa News